Após cumprir seus compromisso deste domingo, dia 31, o Papa Francisco se despediu da Polônia, encerrando suas atividades na Jornada Mundial da Juventude 2016. A cerimônia de despedida contou com a presença de autoridades civis e religiosas, música e saudações dos fiéis ali presentes.

Foram diversas atividades cumpridas durante toda a Jornada. Um dos momentos marcantes foi a visita do pontífice aos campos de extermínio de Auschwitz e Birkenau. Lá, Francisco ficou em silêncio e em oração devido ao sofrimento humano, recordando tantas vidas tiradas nesses campos durante o regime nazista.

Houve também a visita ao Hospital Pediátrico Universitário (UCH), onde falou diretamente com as crianças. O Santo Padre conduziu a Via-Sacra, no qual destacou a necessidade que tem a humanidade de homens e mulheres, particularmente de jovens, que não queiram viver a sua existência pela metade.

Durante a oração do Angelus deste domingo, o pontífice anunciou oficialmente que o Panamá acolherá a próxima edição do evento, em 2019.